Dicas da Salu

Além de apresentar o teste de RT-PCR negativo para a Covid-19, viajantes que pretendem ingressar no Brasil a partir desta quarta, 30 de dezembro, também terão de preencher a Declaração de Saúde do Viajante (DSV), que deverá ser exibida à companhia área antes do embarque com destino a algum aeroporto brasileiro.

As novas regras podem assustar quem está com viagem marcada para o Brasil, mas a verdade é que não há segredo no preenchimento da DSV. Eu mesma testei a ferramenta e, em poucos minutos, estava com o comprovante na minha caixa de e-mail. No documento devem ser informados dados pessoais, países por onde se esteve nos últimos 14 dias, além do voo, poltrona e companhia aérea com a qual será a viagem para o Brasil.

A DSV deve ser respondida poucos dias antes do voo. Hoje, dia 28 de dezembro, por exemplo, somente podem preencher o formulário viajantes com voo marcado até o dia 31 de dezembro. Ou seja: provavelmente você somente poderá preencher a DSV quando faltarem três dias ou menos para o seu voo para o Brasil.

Como preencher a Declaração de Saúde do Viajante (DSV)

O primeiro passo é acessar o formulário da Anvisa. A página estará em português, mas é possível mudar o idioma no canto superior direito. Na etapa seguinte, devem ser informados o nome, último sobrenome e e-mail do viajante. É por este endereço eletrônico que você receberá um link para continuar o preenchimento.

Ao acessar o link, você deverá concordar com uma série de medidas preventivas como: comprometer-se a lavar as mãos, utilizar álcool em gel e máscara, evitar multidões, além de informar que está ciente de que terá de cumprir quarentena de 14 dias após desembarcar no Brasil, caso tenha passado pelo Reino Unido ou Irlanda nos últimos 14 dias.

Concordando com as regras, é hora de informar dados pessoais, como nome, sobrenome, gênero, data de nascimento e documento, que pode ser RG ou passaporte.

Na página seguinte, você deve preencher os campos com a data e a cidade da qual o voo parte no exterior, bem como a data e a cidade de chegada ao Brasil. Também são pedidos o número do voo, a companhia aérea e o assento. Depois, deverão ser informados contatos do viajante, como código telefônico do país, número do telefone e e-mail.

declaracao saude viajante

 

O viajante será então questionado sobre a presença ou não de sintomas como febre, tosse, falta de ar e dor de garganta. E o histórico de exposição: o último local onde esteve antes de embarcar para o Brasil e por quais países circulou nos últimos 14 dias. Por fim, o passageiro será perguntado se já foi diagnosticado com Covid-19.

 

Após preencher todos os campos, na tela final, a ferramenta informa que será encaminhado por e-mail uma comprovação de que a DSV foi preenchida. Ela deverá ser impressa ou apresentada digitalmente à companhia aérea antes do embarque (clique na imagem abaixo para ampliá-la).

Simples assim. Caso você tenha informado no formulário a presença de algum sintoma, a Anvisa recomenda que a viagem seja adiada e um médico consultado. Caso seja impossível postergar a vinda ao Brasil, o passageiro deverá apresentar um atestado médico de que os sintomas não estão relacionados à Covid-19, além de, claro, apresentar o teste RT-PCR negativo. Se os sintomas aparecem ao longo do voo para o Brasil, pede-se que o viajante fique em isolamento por 14 dias.

Vale lembrar que o preenchimento da DSV e a apresentação do teste RT-PCR valem para turistas estrangeiros, assim como para brasileiros – somente crianças de até 12 anos estão liberadas de fazer o exame PCR para viajar para o Brasil. 

Comente aqui
O seu endereço de e-mail não será exibido no comentário
Campos obrigatórios estão indicados com ( * )
Ainda restam caracteres.
Seu comentário está aguardando aprovação.
Obrigado pelo seu comentário!
contato@passaporteviagens.com.br

Tv. Antonieta Rissi Souza Lima, 69 - loja 25
Centro, Ubá - MG, 36500-100

Av. Itamar Franco, 1934 - São Mateus
Juiz de Fora - MG, 36016-321

Social
Nossas Ofertas
Cadastre-se e receba as últimas novidades e promoções